Após grandes batalhas na Argentina, Martin Redrado deixou o posto de presidente do Banco Central do país. Em seu lugar assumiu Mercedes Marcó del Pont, que já estima que, durante sua gestão, políticas monetárias verossímeis e estabilizadoras serão o foco principal. Outro ponto sugestionado por…

Uma parcela da dívida pública do governo de Cristina Kirchner, presidente da Argentina, deverá ser paga com aproximadamente US$ 6,5 bilhões das reservas do Banco Central, relevou a líder do país. Isso ocasionou um grande entrave entre o governo, o próprio BC, a oposição e…



CONTINUE NAVEGANDO: