A economia asiática mantêm o seu bom desempenho e nesta sexta-feira dia 30 de novembro de 2012 teve mais um indicador positivo, pois as ações dos países da Ásia atingiram os maiores níveis dos últimos 9 meses.

Com relação a isto, o índice MSCI subiu em 0,52% para mercados na região Ásia-Pacífico indo na direção de um ganho mensal de 2,1%.

De forma mais detalhada, o índice Nikkei do Japão subiu 0,48% com ganho de 5,8% que representa o melhor nível desde fevereiro.

As ações de Hong Kong tiveram alta de 0,49% enquanto que as indianas subiram 0,76%. Já na Austrália houve um crescimento de 0,63% nas ações deste país.

Esta melhoria se deve a ajustes de posição dos investidores que buscaram ações consideradas, por eles, com mais valor.

Fonte: Reuters

Por Ana Camila Neves Morais


Como pedra lançada na água, a medida de incentivo anunciada pelo Banco Central dos Estados Unidos (Federal Reserve) começou a repercutir horas depois. Formuladores de políticas das maiores economias da Ásia e da América Latina afirmaram a intenção de conceber novas iniciativas para debelar os fluxos de capital, algo que ilustra com exatidão tamanha insatisfação com a ação.

Para Xia Bin, assessor do Banco Central da China, enquanto o mundo não desempenhar cerceamento à emissão de moedas de reservas como o dólar, um novo colapso financeiro torna-se bem próximo. Welder Barral, secretário de Comércio Exterior do Brasil, pondera que o movimento do Federal Reserve pode suscitar represálias.

Outras entidades e políticos também manifestaram suas opiniões, como é o caso de Korn Chatikavanij, ministro das Finanças da Tailândia. Segundo ele em reportagem enunciada pela agência de notícias Reuters, o presidente do Banco Central tailandês confirmou debates com BCs de nações vizinhas no intuito de conferir medidas para a contenção de um provável movimento de capital especulativo na região.

Por Luiz Felipe T. Erdei


por Lindomar Vieira

Enquanto por aqui comemoramos o feriado de 7 de Setembro, o mercado econômico continua à todo vapor.

As bolsas de valores da Ásia fecharam seus pregões em alta nesta segunda-feira. No Japão, o Iene sofreu desvalorização em relação ao Dólar e provocou ânimo nos investidores, além do fato de a economia norte-americana não ter apresentado reveses na semana passada e a taxa de empregos ter ficado estável por lá. Com isso o Índice Nikkei teve alta de 1,6%, um resultado animador.

A Bolsa de Hong Kong surpreendeu com alta de 1,4% e Xangai fechou com significativo 1%. Em contraponto, a Bolsa Sul-Coreana fechou com baixa de 0,02%.

Pelo menos por hoje, as comemorações acontecem tanto aqui quanto lá.





CONTINUE NAVEGANDO: