Uma das principais fabricantes mundiais de equipamentos voltados às telecomunicações, a Huawei desmentiu alguns boatos, na semana passada, de que teria entrado em negociações de parceria com a concorrente Alcatel-Lucent.

Segundo o porta-voz da empresa, Ross Gan, essa possibilidade não existe, diferentemente do que fora veiculado na revista France Challenges, que, inclusive, cogitou a possibilidade de ambas as empresas fabricarem produtos lado a lado, sem, necessariamente, se fundirem.

Entretanto, não é a primeira oportunidade que a companhia chinesa nega sobre uma suposta parceria com a competidora franco-americana. Há cerca de três semanas, a Huawei alegou que não tinha planos de adquirir uma participação nessa empresa, 48 horas após as ações da Alcatel-Lucent terem pulado 16% em uma singular sessão.

Os boatos da revista francesa podem ser somente uma especulação, visto as parcerias feitas pela corporação chinesa no passado com as concorrentes Siemens, da Alemanha, e 3COM, dos Estados Unidos.





CONTINUE NAVEGANDO: