O mês de julho de 2015 teve recorde em número de investidores registrados no Tesouro Direto. 15.095 novos cadastrados foram realizados no mês.

Julho de 2015foi um mês bastante memorável para o Tesouro Direto, haja vista o programa ter alcançado um grande número de investidores. Para aqueles que não conhecem esse programa, saibam que o Tesouro Direto foi criado em janeiro de 2002 e através dele é possível que investidores do tipo pessoa física adquiram títulos públicos de forma simples e fácil. Portanto, é possível comprar títulos públicos por meio da internet, banco ou corretora, sem que seja necessária a aplicação em um fundo de investimentos.

O grande destaque do mês de julho se deu pelos 15.095 novos cadastrados que o programa registrou no sétimo mês de 2015. Esse resultado representa nada menos que o maior volume mensal desde a sua criação em 2002. Com o volume de novos cadastrados o programa chegou a 536.979 investidores no total.

Além do grande resultado em relação aos novos investidores, o mês de julho também foi positivo quando o assunto são as vendas de títulos públicos utilizando o Tesouro Direto. Com isso, o volume total de vendas em julho chegou a R$ 1,21 bilhão, enquanto que as vendas líquidas chegaram a R$ 922,9 milhões. Vale ressaltar que ambos os resultados citados são as segundas melhores marcas da série.

Já o estoque de títulos vendidos através do Tesouro Direto, o volume total de mercado, chegou a incrível marca de R$ 19,47 bilhões no mês de julho. Tal resultado representa um aumento de nada menos que 6,1% em relação a junho de 2015 que registrou R$ 18,35 bilhões. E quando a comparação é feita com julho de 2014, o resultado é ainda melhor: aumento de 41,8%, haja vista os R$ 13,73 bilhões registrados na ocasião.

Em relação a este resultado, os títulos remunerados através de índices de preços são os responsáveis pelo grande volume atual, pois tais títulos representam o maior volume do estoque: 60,6%. Logo em seguida temos os títulos prefixados que representam um volume total de 21,1% do estoque. Já os títulos que são indexados com a Selic representam volume de 18,3%.

Por Bruno Henrique

Tesouro Direto





CONTINUE NAVEGANDO: