Queda registrada foi de 3,13% em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram mais de R$ 104 bilhões arrecadados.

A arrecadação de tributos para o Governo Federal caiu cerca de 3,13% no mês passado, se comparado aos dados de julho de 2014, segundo informações do site do jornal “Estado de Minas”. A reportagem menciona que o índice está ligado à desaceleração da economia. No total, foram mais de 104 bilhões de reais arrecadados pelo Governo.

De certa forma, por causa dessa queda, o Planalto deve anunciar que a meta de superávit primário chegará a 0,15% do PIB.  Reportagem de outro site ainda destaca que a inserção de mais tributos, por parte do Governo Federal, não foi suficiente para atingir a meta do superávit primário estabelecido.

Com a crise, houve recuo de arrecadação de cerca de R$ 12,579 milhões, segundo informações publicadas pelo o portal “RBS”. A reportagem ainda menciona que no contexto econômico atual, muitas empresas adotaram “postura defensiva” e, dessa forma, deixaram de pagar tributos. Os primeiros meses do ano tiveram arrecadação de R$ 712,07 bilhões.

Restituição do IR:

A Receita Federal disponibilizou nesta semana em sua página das informações sobre a restituição do IR. Os dados se referem ao terceiro lote. As informações podem ser consultadas no site www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp. Para acessar os dados, é importante informar o CPF e selecionar o ano-exercício, neste caso, trata-se de 2015. O contribuinte também pode ligar para o número 146 e obter mais informações sobre a restituição do imposto.

E para conferir se a declaração caiu na malha fina, a solução é acessar o site da Receita Federal (cav.receita.fazenda.gov.br/eCAC/publico/login.aspx), para saber se há inconsistência de dados ou erros eventuais. No caso de alguns erros a serem corrigidos, após a regularização dos dados, a pessoa tem o direito de receber a restituição, caso esteja enquadrado nesta modalidade.

A Receita ainda informou que o valor pago relacionado às restituições de 2015 podem chegar a cerca de R$ 2,1 bilhões. São mais de 1 milhão de contribuintes que receberão os valores para a restituição do IR.

Por Letícia Veloso

Arrecadação de tributos





CONTINUE NAVEGANDO: