Criptomoedas que mais valorizaram em 2021


O mundo das criptomoedas cresceu muito nos últimos anos. Confira quais são e quais mais apresentaram retornos positivos em 2021.

As criptomoedas ganharam o mercado nos últimos tempos, especialmente no ano de 2021. Dessa forma, o investimento passou a ser valorizado e se expandir de um público mais restrito para outros públicos, que antes não investiam na moeda digital.


Desse modo, tanto bitcoins quanto ethereum foram as moedas que mais se destacaram no ano de 2020, gerando cada vez mais lucro. Sendo assim, pode-se considerar que foram as moedas precursoras, já que foram as primeiras a se tornarem realmente rentáveis, fazendo parte de uma grande revolução.


Tendo isso em vista, de acordo com dados divulgados por um site especializado, a conversão da moeda que antes era um número inferior a R$ 1 milhão no mês de janeiro, ao longo do ano evoluiu de tal forma que passou a acumular cerca de 3 milhões de reais.


Com isso, os participantes que se mantiveram ativos durante todo o ano de 2021 não perderam nada, mas sim ganharam, isto é, alcançaram o retorno financeiro, e no último mês do ano a criptomoeda já estava valendo quase 70% a mais do preço em que foi comprada.


No entanto, em 2021 a moeda campeã que mais gerou investimento foi o token.

Sendo assim, avaliando de forma bastante profunda as criptomoedas, pode-se dizer que elas se distinguem em três temáticas diversas, isto é, a primeira é conhecida como metaverso; a segunda o Ethereum e, por fim, existem as criptomoedas-memes.

Tendo isso em vista, aqueles considerados “ativos digitais” ao completar um ano realizando investimentos, ele consegue faturar um montante inimaginável.

É válido destacar que as moedas digitais estão associadas ao mundo nerd. Dessa maneira, moedas ligadas ao metaverso, que são conquistadas através do jogo passam a valer neste mundo real, o mesmo acontece com outras moedas. Como todo o processo ocorre por meio da tecnologia, é válido destacar que quem investe certa quantia no jogo, em poucos meses consegue perceber que aquele investimento rendeu quantias muito superiores àquilo que foi investido.

Vale destacar que apesar da token ter ocupado a primeira posição, a moeda “Axie Infinity” foi a “número 1” em países mais pobres, como Venezuela e Filipinas. Isso se deu durante a pandemia, período em que muitas pessoas precisaram ser demitidas devido ao lockdown e a crise econômica. Dessa forma, investir nas moedas e jogar foi a única opção de muitos para continuar ganhando dinheiro para o próprio sustento e sustento da família.

Tendo isso em vista, de forma involuntária, o crescimento da Axie fez com ocorressem outros projetos relacionados à cripto. Desse modo, foi só uma questão de tempo para que o mercado apresentasse tantas variedades como nos dias de hoje. Pode-se enfatizar, portanto, que a descoberta de uma forma alternativa de ganhar dinheiro em um momento de pandemia e crise econômica, acabou virando um mercado extremamente lucrativo que chamou a atenção inclusive de pessoas que não precisavam do dinheiro da mesma maneira que os pioneiros começaram. No Brasil, por exemplo, essa não é uma informação que costuma ser amplamente difundida, uma vez que, para começar as pessoas não têm o hábito de investir, e também muitos não disponibilizam de boas ferramentas para jogar. No entanto, apesar desses empecilhos, é permitido dizer que o mercado cripto ainda tem uma grande chance de chegar também à uma parte das massas através dos jogos blockchain.

Não muito diferente dos demais mercados, com as criptos não poderia ser diferentemente, isto é, inúmeras empresas relacionadas a transações se beneficiam e lucram com este mercado, já que é necessário realizar a transação entre aquilo que é conquistado com o jogo convertendo-o para o dinheiro real.

Infelizmente, a maioria das empresas cobram valores absurdos para fazer isso. Por isso, é sempre bom ficar atento a respeito de qual empresa é possível e é melhor de contratar.

Por Sir Montes



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.