Fusão da Fiat Chrysler e PSA





União das empresas deve criar o 4º maior grupo automotivo do mundo.

Recentemente foi divulgado que o Grupo PSA, ou Peugeot-Citroën, e a FCA, ou Fiat Chrysler, fizeram anunciar, oficialmente, na última quinta-feira, dia 31 de outubro, de 2019, que estão cada vez mais próximos de estabelecer a fusão que tornará as duas gigantes a quarta maior companhia na produção de automóveis em todo o mundo, dentro dos registros de vendas.

Conforme o que foi divulgado, por meio dos gestores de cada empresa, esse futuro New Global Group será estabelecido em partes equivalentes, cada qual terá direito a 50%, de acordo com os acionistas da FCA e os acionistas da PSA.




Embora os dois grupos possuam origens que remontam às nações italiana, americana e francesa, esta fusão, ou Join Venture, está programada para ser sediada na Holanda e será representada na bolsa de Milão, na de Paris e na de Nova York (grande mérito).

Veja também:  Venda da Netshoes para o Magazine Luiza

Um dos destaques desta união está no fato do caráter bastante diplomático desse acordo em que participarão a FCA, da América do Norte e da América Latina, atreladas à PSA da Europa.


Na atualidade, a FCA é proprietária da Alfa Romeo; da Chrysler; da Dodge; da Jeep; da Lancia; da Maserati e da RAM, abrangendo as divisões da Abarth; da Mopar e da SRT. A PSA é proprietária da Citroën; da DS; da Peugeot; da Opel e da Vauxhall, sendo as duas últimas patentes adquiridas por meio da General Motors, no ano de 2017.

Sobre os detalhes esquemáticos dessa futura grande fusão, segue a relação:

A – O presidente que hoje rege a FCA, senhor John Elkann, está sendo cogitado para assumir a presidência desse novo grupo;

B – O executivo-chefe, que atualmente rege a Peugeot, senhor Carlos Tavares, está sendo cogitado para gerir a CEO como membro deste conselho;

Veja também:  Fim do Walmart no Brasil - Mudança de Nome do Mercado

C – É importante saber que nenhuma das indústrias que participam desse processo terá suas atividades encerradas, sendo que, em território brasileiro, a companhia PSA esteja estabelecida, em unidade industrial, na cidade de Resende, Rio de Janeiro, e a FCA esteja estabelecida, em unidade industrial, na cidade de Betim, Estado de Minas Gerais e na cidade de Goiana, Estado de Pernambuco;

D – Nesse negócio serão gerados, conforme os especialistas podem prever, em todo de 3,7 bilhões em euros todos os anos em sistemas de sinergias;

E – Serão atingidos, conforme previsão os mesmos especialistas, em torno de 80% nas sinergias, em um período estimado de quatro anos, dentro de custo estimado em até 2,8 bilhões de euros;

F – Esse processo de cooperação será efetivado na produção de automóveis populares, em versões premium, versões de luxo, modelos tipo SUVs e os mais comerciais e leves;

Veja também:  Ford anuncia Fechamento da Fábrica de São Bernardo do Campo

G – Nesse mesmo processo de produção, a partir da fusão das empresas, toda a área de eletrificação; de direção autônoma e de conectividade serão mantidas nos planos de fabricação;

H – Este esquema altamente profissional de receitas combinadas poderá gerar o que os especialistas preveem em "quase 170 bilhões de euros", por ano;

I – Todo o lucro bruto para a fusão tenderá a atingir um valor bem acima de 11 bilhões em euros, dispensando, aqui, o Magneti Marelli e o Faurecia;

J – Deste modo, o que é previsto, dentro dos limites da inteligibilidade do pensamento empresarial, é que este futuro grupo será capaz de comercializar em torno de 9 milhões de automóveis em todo o planeta.

Este nova proposta de fusão entre as cooperativas está passando, ainda, por um rigorosíssimo processo de consulta e de aprovação por meio dos devidos órgãos competentes.

Paulo Henrique dos Santos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *