Tesouro Direto bate Recorde de Operações em 2016




Investimento registrou mais de 181 mil operações somente no mês de novembro de 2016.

O Tesouro Direto, programa desenvolvido no ano de 2002 com o objetivo de permitir a pessoas físicas que efetuassem a compra de títulos públicos via internet, por banco ou por corretora, sem que para isso fosse necessário fazer aplicações em algum fundo de investimento, conseguiu registrar a marca de 181.498 operações de investimento no último mês (novembro). A título de curiosidade, esse é o maior número já alcançado pelo programa em sua história.

Em novembro, quando a grande maioria dos trabalhadores brasileiros receberam a primeira parcela referente ao 13° salário, as aplicações no programa chegaram a atingir a cifra de R$ 1,8 bilhão, enquanto que os resgastes somaram R$ 715,2 milhões. Desse total R$ 669,1 milhões são de recompras e outros R$ 46 milhões de vencimentos.

Veja também:  IRPF 2018 - Como Declarar FGTS Inativo

Segundo o Tesouro Nacional, o valor médio envolvido em cada operação no último mês foi de cerca de R$ 10.142,00. Sendo que a maior fatia das operações realizadas (71,9%) dizem respeito a aplicações de montantes de até R$ 5.000,00. Esses dados deixam claro a popularização do Tesouro Direto entre os chamados pequenos investidores.

No decorrer do mês de novembro os títulos que mais foram solicitados pelos investidores foram aqueles indexados ao IPCA. Neles a participação em cima do volume total de investimentos chegou a atingir 58,4%.

No caso dos títulos prefixados o percentual de investimentos foi de 17,4% do total, enquanto que dos indexados à taxa Selic foi de 24,2%, segundo o Tesouro Nacional.

Veja também:  Programa IRPF 2018 - Download

Agora, no início do mês de dezembro, o governo lançou o aplicativo do Tesouro Direto. Por meio dele os investidores irão poder fazer as principais transações a exemplo dos investimentos, consultas de extratos, agendamentos e resgates. Também foi ampliado o horário de venda dos papéis, além de outras facilidades.

O aumento com relação ao interesse dos investidores no Tesouro Direto ainda coincide com a queda significativa da rentabilidade e atratividade na poupança. Enquanto que nos fundos de renda fixa os rendimentos aumentam de acordo com a Selic, nas cadernetas eles ficam limitados a 6,17% ao ano mais a variação da TR quando então, a Selic ultrapassa 8,5% ao ano.

Os títulos do Tesouro Direto atraem as pessoas ainda pelo fato de que oferecem rentabilidade acima da inflação e ainda há a incidência do Imposto de Renda. A perda de atratividade das cadernetas, fizeram com que entre os meses de janeiro e outubro de 2016, os saques dos recursos investidos na poupança superassem os depósitos realizados em R$ 53,25 bilhões.

Veja também:  Como Consultar Saldo do PIS-PASEP na Internet

Por Denisson Soares



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *