Carteiras de renda fixa de longo prazo tem menor valorização em novembro

Durante o mês de novembro aconteceu, de forma inédita neste ano de 2012, uma inversão no retorno de carteiras de títulos públicos.

Desta vez o IRF-M 1 – referente aos títulos públicos de curta duração – teve rentabilidade de 0,56% enquanto que o IRF-M 1+ – referente aos títulos públicos de longo prazo – teve um retorno de apenas 0,32%.

Esta situação diferente identifica no mês de novembro se deveu a uma menor valorização oferecida pelos títulos de longo prazo em decorrência da perspectiva de juros estáveis nos próximos meses e de incertezas quanto à desvalorização do real.

Mas a alegria durou pouco tempo, pois na análise anual o IRF-M1 teve um retorno de 9,95% e já o IRF-M1+ gerou uma rentabilidade de 15,93%.

Por Ana Camila Neves Morais

Leia também:  Novo site da Bovespa agrega o site da BMF

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.