Queda no Índice de Confiança de Pequenos e Médios Negócios (IC-PMN)



A divulgação do Índice de Confiança de Pequenos e Médios Negócios (IC-PMN) apresentou que pequenos e médios empreendedores do setor de serviços estão um pouco menos otimistas se comparado ao último levantamento, em setembro do ano passado.

Nos três primeiros meses deste ano, o índice ficou em 73,3 pontos, numa avaliação que varia de zero a 100 pontos. Em setembro, a taxa tinha ficado em 73,7 pontos. O indicador é feito a cada trimestre.



Apesar da suave queda, os empreendedores continuam com perspectivas positivas nos quesitos lucro (que passou de 76,2 para 76,4 pontos) e na possibilidade dos empresários em investir (que passou de 70,5 para 70,9 pontos). Além disso, as previsões quanto às contratações ficaram estáveis (variando apenas 0,1 ponto). Já o faturamento sofreu redução de 78,4 para 76,8 pontos.

O setor mais otimista é o de serviços, registrando 73,5 pontos. A indústria e o comércio ficaram praticamente estáveis.



Quanto às regiões, a maior queda no IC-PMN foi registrada no Centro Oeste, sendo que o indicador passou de 77,3 para 72,6 pontos. Também foi apresentada queda nas regiões Sul e Nordeste.

O IC-PMN avalia mais de 1.200 empresas de todo o país, sendo que são abrangidos empresários dos setores de serviços, comércio e indústria.

Fonte: Insper

Por Matheus Camargo

Leia também:  Internacionalização de Empresas Brasileiras - Reino Unido

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *