Empréstimos para empresas – Dados de 2011



O sonho de ter o próprio negócio torna-se cada vez mais próximo da realidade graças ao crédito concedido pelas instituições financeiras.

Mesmo para quem já possui uma empresa, mas precisa expandir ou impedir a falência, em momentos de crise, recorre ao crédito. Porém, os bancos estão cada vez mais cautelosos no momento de conceder empréstimos, o que deixa como opção o microcrédito.



A conclusão é do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que divulgou o resultado da pesquisa "Perfil das Instituições de Microfinanças no Brasil", uma parceria com a Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças (ABCRED).

O levantamento foi realizado no ano passado e abrangeu 75 das 103 Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) cadastradas no Ministério do Trabalho e Emprego.



A pesquisa apontou que a média de valor dos empréstimos é de R$ 2.800, sendo o máximo é de R$ 15 mil. Além disso, revelou que empresários do comércio (55%) e serviços (28%) são os que mais solicitaram esses empréstimos.

De acordo com o Sebrae, o número se justifica na facilidade para contrair esses pequenos empréstimos, em relação aos grandes, concedidos pelos bancos. Para os microcréditos, a garantia pedida são apenas bens e fiadores. O resultado é o crescimento do número de empresas, todos os anos.

Se você tem interesse em abrir a própria empresa, o Sebrae possui programas para fornecer as informações necessárias sobre estas e outras possibilidades.

Por Géssica Valentini

Leia também:  Empresas que apresentaram alta e queda das ações em 2011

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *