China registra retorno do Capital Estrangeiro em Janeiro de 2012



A China, que se encontrava em um período sufocante economicamente, parece estar tentando se estabilizar a qualquer custo. Depois de um período de 3 meses sem que uma quantidade significativa de capital entrasse no país, a situação começou a se reverter somente no mês de janeiro deste ano.

No início de 2011, muitas instituições financeiras chinesas apelaram para a compra de um valor líquido equivalente a US$ 22,4 bilhões em moeda estrangeira. Em yuans esse número fica na faixa de 140,9 bilhões. Ainda no mês de dezembro, análises das bolsas financeiras registraram venda líquida de 100,3 bilhões de yuans.



Para a alegria da economia chinesa, as compras consideradas líquidas começaram a alavancar. O capital estrangeiro começou a entrar na China com toda a força de antes, fazendo com que os economistas de plantão fiquem esperançosos para os próximos meses.

Por causa de uma “volatilidade global nos mercados” e devido a um receio em relação à desaceleração da economia no país, o capital começou a deixar a China para trás para buscar caminhos mais lucrativos. Apesar disso, a Dow Jones informou que a posição cambial líquida do sistema bancário da China subiu de 25,36 trilhões de yuans (no fim de dezembro) para 25,50 trilhões de yuans (no fim de janeiro).



Fonte: Brasil 247

Por Jéssica Monteiro

Leia também:  TAV - Prazo Prorrogado para investidores obterem Informações sobre o meio de transporte

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *