Crescimento da Economia Brasileira em 2012 – Previsão do Serasa Experian



A economia brasileira, tomando como base dados do Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Atividade Econômica, cresceu 0,2% no mês de outubro, alcançando o valor de 98,3. O indicador prevê um aumento na economia nos próximos seis meses de 2012, apesar da estagnada que sofreu nesse segundo semestre de 2011.

O dinamismo na economia é visto pelo Serasa Experian como o principal fator para tal crescimento econômico. Uma justificativa para um maior consumo de mercadorias será o aumento de 14,3% no salário mínimo. Além disso, acontecerá também a redução da taxa básica de juros e a busca pela isenção fiscal.



Além de rever a economia nos próximos seis meses, o índice do Serasa avalia a confiança dos consumidores, a atividade econômica e a inadimplência.

Com um reaquecimento da economia será possível uma maior estabilidade financeira. Cinco variáveis na economia poderão ser notadas: concessões de crédito ao consumidor, concessões de crédito às empresas, inadimplência do consumidor e inadimplência das empresas.



O Produto Interno Bruto (PIB) é que demonstra em números tal crescimento nos países. A partir dele podem-se calcular os bens produzidos em uma região em determinado período. Sendo assim, é ele que apresentará um aumento numérico no primeiro semestre do ano que vem.

Por Anaí Barbieri

Leia também:  Plano Nacional de Banda Larga tem reunião Adiada por Empresas

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *