Standard & Poor’s eleva Nota de Risco do Brasil


A Standard & Poor's elevou, no dia 17 de novembro, o risco soberano de longo prazo do Brasil para BBB. A nota brasileira era BBB-. Isso significa que o país tem qualidade média de investimento na avaliação de profissionais consultados pela agência. 


A avaliação repercute positivamente no cenário econômico brasileiro, já que o país avança dentro de uma crise econômica mundial. O risco de longo prazo da moeda foi elevado de BBB+ para A, enquanto os ratings de curto prazo permaneceram em A-2 para moeda local e A-3 para moeda estrangeira.


Em nota, a agência afirmou que a administração da presidente Dilma Rousseff mantém o compromisso com as metas fiscais, além de se valer de instrumentos de política monetária a fim de influenciar a economia interna. A perspectiva do país é estável. 


Em outubro, a agência Fitch confirmou a nota de risco brasileira em BBB, também com perspectiva estável. A japonesa R&I Japan também já havia elevado a nota do Brasil.


As notas de crédito são publicadas a partir da situação financeira do país, das condições do mercado mundial, além da opinião de vários especialistas.

Por Lorena Matuziro


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.