Inadimplência das empresas cai 5,3 % em dezembro



Efetuar pagamentos em dia traz alívio não somente ao consumidor, mas também para as pessoas que dele dependem, de alguma forma. O mesmo acontece entre as empresas, uma vez que estão sujeitas a outras para exercerem suas atividades, desde uma simples aquisição de pregos até maquinários altamente valiosos para, assim, adentrarem e permanecerem no mercado.

De acordo com a Serasa Experian por meio do Indicador de Inadimplência das Empresas, a inadimplência das pessoas jurídicas encerrou o ano passado com recuo de 5,3% em comparação a 2009, o maior decréscimo já constatado em seis anos.



Apesar desse bom dado, na variação mensal entre novembro e dezembro de 2010 a inadimplência nos negócios aumentou 3%. No confronto anual com dezembro de 2009, por outro lado, ocorreu avanço de 1,6%.

Economistas da entidade ponderam que a inadimplência das empresas diminuiu em 2010 sobre 2009 devido à normalização da oferta de crédito, bem como pela robusta expansão da atividade econômica. Para este ano, prevê a Serasa, as empresas não enfrentarão dificuldades semelhantes como as observadas em 2009, mesmo com a elevação nas taxas de juros e outras diretrizes adotadas pelo Banco Central (BC).



Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Serasa Experian

Leia também:  Inadimplência das empresas cai 10,9% em maio 2010

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *