Economia Brasileira – Valorização do Real


O governo brasileiro decidiu amenizar alguns números econômicos ao fixar novo índice do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para investimentos estrangeiros. A medida, bem aceita pelo mercado, conseguiu conter a crescente alta do real das últimas semanas, algo muito comemorado, por exemplo, pela Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais (Abimei), que temia perda de competitividade de produtos nacionais em detrimento aos importados.


Matéria veiculada pela Folha UOL relaciona que o valor da moeda brasileira em relação às dos capitais pares comerciais está, atualmente, 8% acima da média registrada há 12 anos, última ocasião em que a supervivência do câmbio fixo resultou na grande valorização de janeiro de 1999, depois de uma clara e demasiada valorização.


Com base em informações obtidas da JPMorgan, Érica Fraga, jornalista da Folha, pondera que o denominado câmbio real efetivo, primordial avaliação de competitividade de uma nação, compreendeu em setembro de 2009 o nível mais valorizado desde o início da década de 1990.


Por Luiz Felipe T. Erdei


Leia também:  ArcellorMittal fecha acordo sobre altos-fornos de Florange

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.