China e Estados Unidos – Dicas para Evitar a Guerra Cambial





O homem mais endinheirado do Brasil, Eike Batista, encabeça a lista como o oitavo mais rico do mundo. À sua frente aparecem figuras extremamente conhecidas, tais como Bill Gates, criador da Microsoft, e Warrem Buffett, industrialista, filantropo e investidor dos EUA. Contudo, o mais poderoso é o mexicano Carlos Slim Helú, empresário de origem libanesa.

Um dos temas mais recorrentes das últimas semanas, a desvalorização do dólar, possui diversas faces, uma delas a questão travada entre a China e os Estados Unidos sobre o câmbio. Para Slim, a discussão entre ambos seria mais bem resolvida se o governo asiático elevasse a remuneração dos trabalhadores.




Para Slim, ao invés de cada uma das partes tentar deixar sua moeda com a cotação mais amena, dar riqueza ao povo para melhoria de vida incidiria mais positivamente, sobretudo em relação ao maior poder de compra, com mercado interno mais positivo. Não somente neste caso, o mexicano avalia que as nações desenvolvidas devem evitar a guerra cambial.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Fonte: Reuters



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *