ICC apresenta Queda em Outubro de 2010


As características atuais da economia brasileira têm incidido positivamente sobre os consumidores tupiniquins. Inúmeros são os segmentos que parecem aproveitar o poder de compra do consumidor em alta e a geração de empregos neste ano. Entretanto, dados antes positivos estão começando a cair.


O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), que em setembro bateu na casa de 161,1 pontos, caiu para 154,5 pontos em outubro, decréscimo de 4,1%. De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio), o arrefecimento pode marcar ajuste técnico, pois o indicador se manteve em patamares elevados nos meses anteriores (acima de 155 pontos).


O medidor, compreendido numa escala entre zero e 200 pontos, assinalou alta de 0,2% em comparação a outubro do ano passado de acordo com o portal de notícias G1. O Índice de Condições Econômicas Atuais (ICEA), um dos itens integrantes do ICC, caiu dos 161,9 pontos do mês passado para 153,9 pontos em outubro, baque de 4,9%.


Os consumidores com remuneração mensal superior a 10 salários mínimos (R$ 5,1 mil) foram os maiores responsáveis pelo resultado.


Por Luiz Felipe T. Erdei

Leia também:  Intenção de consumo das famílias brasileiras segue em baixa

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.