Crise Financeira Mundial – Europa – Informações


A crise financeira mundial ainda é pauta de inúmeros assuntos, principalmente aos países emergentes, que obtiveram bons resultados após o período – superiores, inclusive, aos assinalados nas nações desenvolvidas, onde ainda são encontrados alguns dos principais efeitos do colapso, tais como altos índices de desemprego.


De acordo com o Centro para Pesquisa de Política Econômica (CEPR), a recessão que atingiu os 16 países que abraçam a moeda comum europeia (zona do euro) perdurou 15 meses, mais exatamente entre janeiro de 2008 e abril do ano passado. Em reportagem emitida pelo portal R7, a entidade reflete que o embate na Europa foi mais ameno que o observado nos Estados Unidos (18 meses).


Para Harald Uhlig, presidente do CEPR e professor de economia da Universidade de Chicago, o principal responsável pela crise foi o comércio global. Atualmente, há vários impasses nesse ínterim, tais como dificuldades em retomada da criação de empregos – na zona do euro o desemprego atinge dois dígitos percentuais.


Por Luiz Felipe T. Erdei


Leia também:  Bolsa de Valores de Tóquio tem o pior desempenho da história em 2008

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.