Brasil – Aumento das Importações – Vantagens



De dias em dias, Guido Mantega, Ministro da Fazenda, discursa a empresários, políticos e ao restante da população sobre assuntos pertinentes do mundo econômico. No inicio desta semana teve apoio de Benjamin Steinbruch, presidente interino da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), embora este não concorde com alguns movimentos que vêm acontecendo no país, entre os quais aumento das importações.

Na última segunda-feira, 27 de setembro, Mantega negou que a ampliação da aquisição de produtos estrangeiros esteja, atualmente, lesando a indústria brasileira. Para ele, a realidade é que a indústria do país se solidificou e o que ocorre em todo o globo é o aumento da participação do segmento de serviços no Produto Interno Bruto (PIB), portanto, sem qualquer diagnóstico de desindustrialização para cá.



No intuito de justificar os últimos resultados – de 1992 a 2009 a participação dos resultados industriais no PIB decresceram de 41,6% para 24,5% –, Mantega afirmou que o segmento voltou a encorpar de maneira sustentável, puxado pelo avanço do consumo da população brasileira, tal qual ocorreu nos primeiros seis meses de 2010, quando o desenvolvimento industrial extrapolou 14%.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Fonte: R7

Leia também:  Shell e Cosan - Biocombustível - Investimentos no Brasil

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *