Confiança do Empresário Industrial – Índice apresenta Queda em Setembro de 2010



Atual terreno fértil para empresários, o Brasil comporta condições favoráveis para ampliação e novos negócios, mesmo com a desvalorização da moeda norte-americana, o dólar, ante o real. O anúncio quase semanal de novos investimentos parte de vários cantos, desde o empresariado nacional até o estrangeiro.

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) emitido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) enuncia que o indicador apresentou leve queda em setembro, dos anteriores 64 pontos no mês passado para atuais 63,4 pontos. Mesmo assim, revela a entidade, o resultado está acima da média histórica, que é de 59,5 pontos.



Para Renato da Fonseca, gerente-executivo da Unidade de Pesquisa da CNI, o otimismo supino assinala que os industriais deverão continuar a investir em suas companhias, seja contraindo novos trabalhadores ou adquirindo matéria-prima.

Dos 26 segmentos da indústria de transformação questionados, segundo o portal de notícias G1, 16 contabilizaram arrefecimento no índice entre setembro e agosto, entre os quais pertencentes aos setores de couros, metalurgia básica e de madeira, diferentemente do relacionado entre as esferas de equipamentos de transportes, farmacêutica e de limpeza e perfumaria, ainda otimistas.



Por Luiz Felipe T. Erdei

Leia também:  13 instituições financeiras foram rebaixadas pela S&P

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *