Brasil e Itália – Investimentos e Comércio Bilateral



O tema principal que deverá ser relacionado nos próximos anos, ao Brasil, é a infraestrutura. O país, altamente criticado nesse setor na atualidade, tem procurado sanar as principais deficiências, porém ainda atitudes escassas se for levada em consideração a extensão do território tupiniquim.

Em 2014 e 2016 a nação será sede, respectivamente, da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos. Em vista desses eventos, Brasil e Itália anunciaram a intenção de estreitarem a colaboração entre suas companhias do setor turístico e infraestrutural de maneira bilateral, uma vez que em 2015, no lado europeu, o país italiano será palco da EXPO de Milão.



Raffaelle Cattaneo, assessor de transportes e infraestruturas da região Lombardia, assegura que na área há tradição das companhias italianas em relação ao continente sul-americano, o que significa, consequentemente, participação estratégica em grandes obras pelo Brasil.

Em junho passado, segundo o portal Economia Terra, Luiz Inácio Lula da Silva e Silvio Berlusconi, primeiro-ministro da Itália, firmaram vários tratados para instigar o comércio bilateral e os investimentos, que além da citada infraestrutura, abarcam os segmentos tecnológico, aeroespacial e transporte ferroviário.



Por Luiz Felipe T. Erdei

Leia também:  Economia Brasileira - Medidas para manter o crescimento

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *