Carga Tributária Brasileira – Necessidade de Reforma



Dentre todas as reformas que o país necessita uma em especial tem um valor fundamental para a economia brasileira; a reforma tributária. Centro das preocupações tanto do cidadão comum, que trabalha em torno de quatro meses por ano somente para pagar impostos, quanto dos empresários que veem na atual elevada carga de impostos e tributos um entrave a expansão econômica do país. Em assunto tão controverso, no entanto, em um ponto todos concordam, é preciso uma reformulação que torne o sistema tributário mais justo, mais igualitário, coerente e menos pesado tanto para o bolso do cidadão comum quanto para o caixa das empresas.

Conforme informações da receita federal divulgadas no último dia 02 de Setembro, embora a nossa carga tributária supere a de países como Estados Unidos, Japão e México, ela ainda está abaixo da medida registrada em países que compõem a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Tomando como base o ano de 2008 a nossa carga tributária representou 34% do produto interno bruto do país, um percentual bastante elevado, mas que em outros países também é bastante alto como, por exemplo: Alemanha 36%, Portugal 37% e França 43%.



Enquanto o setor econômico pede uma carga tributária menor, considerando a atual como restritiva ao crescimento da economia, por outro lado os serviços que o governo oferece e que dependem diretamente da arrecadação dos impostos continuam a ter uma qualidade precária como saúde, educação, segurança. O atual sistema precisa ser revisto, tanto para que se encontre soluções para uma carga de impostos justa e que permita o desenvolvimento quanto para os serviços que os impostos devem sustentar em benefício da população e que eles possam atingir a qualidade e a eficiência que a população necessita.

Leia também:  Importação - Brasil alcança volume recorde em 2010

Por Mauro Câmara



Fonte: G1

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *