Investimentos e Crescimento Econômico – Importação de Máquinas e Produção Nacional



A crise financeira global pôs em xeque a real situação interna de vários países. Os Estados Unidos, que praticamente principiaram o colapso, custam voltar aos anos de grande desenvolvimento, prova disso é o crescente percentual de desempregados. Brasil e China, na contramão da situação norte-americana, conseguem se sobressair em relação à nação dirigida por Barack Obama e outras mais.

No primeiro trimestre deste ano o Produto Interno Brasileiro (PIB) obteve elevação de 2,7% em comparação aos três meses anteriores. Entre abril e junho queda foi constatada, embora tenha contribuído, mais amenamente, à manutenção do aquecimento da atividade econômica.



Rebeca Palis, gerente de coordenação de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), avalia que os maiores responsáveis pelo aumento dos investimentos no Brasil foram a importação de equipamentos e máquinas e a produção nacional.

Em reportagem do portal Economia UOL, indica que a construção civil se comportou positivamente nesse ínterim por ter assinalado avanço de 34% no crédito com recursos direcionados e aumento da ocupação na atividade de quase 10% no segundo trimestre de 2010.



Por Luiz Felipe T. Erdei

Leia também:  Maior oferta das ações da Sanepar na Bolsa de Valores

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *