Agropecuária no Brasil apresenta grandes melhorias e expectativas para o futuro





O desenvolvimento da economia brasileira é notável, decerto, não porque essa ou aquela pessoa diz, mas porque os números comprovam, tais como por exemplo as informações concernentes ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre de 2010, a geração cada vez mais acelerada de postos de trabalho e o maior acesso da população ao crédito.

O setor agropecuário, um dos expoentes, estima para a safra atual melhores índices em comparação à anterior, isto é, se tudo acontecer como estimam os especialistas. Baseada no segmento, a revista The Economist, de origem britânica, acompanhou proximamente os movimentos da esfera para destilar um editorial e artigo relacionados, endossando que os países devem aprender com o Brasil modos de evitar colapso de alimentos.

Veja também:  Previsão de Inflação e PIB no Brasil em 2019



De acordo com o veículo de comunicação, nas últimas décadas os avanços no cultivo de alimentos foram inúmeros, permitindo ao país chegar em 2050 como produtor de grande importância ao contexto em questão. Dados emitidos pela, agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para agricultura e alimentação, averiguam que a produção global de grãos terá de ascender 50% e a de carnes, por sua vez, dobrar para suprir a demanda daqui a quarenta anos.

Em reportagem emitida pelo portal de notícias G1, na década de 1970 o Brasil propôs a expansão da agricultura doméstica por meio de pesquisas científicas, acarretando na abertura de mercado e falência dos fazendeiros que por ventura produziam de maneira ineficaz.

Veja também:  Previsão de Inflação e PIB no Brasil em 2019

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *