Inadimplência das empresas cai 10,9% em maio 2010





Um entre os principais focos do mundo, o Brasil tem assinalado boas perspectivas futuras para investimentos de empresários estrangeiros e, por que não dizer, dos próprios brasileiros? O país vive um momento curioso, sobretudo em relação ao crescimento da economia, que somente no primeiro trimestre de 2010 obteve elevação de 2,7% em seu Produto Interno Bruto (PIB) em comparação aos últimos três meses do ano passado.

Esse ambiente propicia maior confiança das companhias que, com mais possibilidades, têm conseguido elevar sua atuação para atender à demanda dos consumidores com poder aquisitivo em ascensão. Nesse ínterim, aparece outro fator levantado durante a semana pela Serasa Experian. De acordo com o órgão, a inadimplência das empresas brasileiras cedeu 10,9% no mês passado em relação a maio de 2009, maior baque assinalado desde 2004 nessa base comparativa.

Veja também:  Nubank lança Conta para Pequenas Empresas



Mesmo assim, o índice percebido em maio é superior em 1,6% em confronto a abril de 2010, situação justificada pela Serasa como alta proveniente pelo dia útil a mais no mês passado e pelo apontador não ter sido dessazonalizado. Reportagem do portal de economia Terra indica, também, arrefecimento acumulado de 9,3% nos primeiros cinco meses de 2010 ante período similar de 2009.

Por Luiz Felipe T. Erdei




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *