Meirelles crê em agravamento na economia europeia



Henrique Meirelles, presidente do Banco Central, certamente um dos personagens centrais no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da nação, avalia que a crise fiscal em alguns países da Europa, sobretudo a Grécia, é séria e pode piorar. No entanto, assegura, não se compara aos abalos sofridos pela economia norte-americana desde 2008, após a falência do Lehman Brothers.

Em artigo relatado pelo portal de notícias do Estadão, Meirelles pondera sobre as contas públicas de algumas nações localizadas na zona do euro e, embora ruins, acredita que os obstáculos serão superados com o passar dos tempos pelos Estados situados na região.



Resta saber quando isso acontecerá, principalmente em assuntos relacionados ao desemprego, pois na Espanha, por exemplo, o último índice constatado aponta percentual superior a 20%. Caberá aos países mais “seguros” da atualidade ajudar na reconstrução financeira europeia?

Fonte: Portal de Economia Estadão



Por Luiz Felipe T. Erdei

 

Leia também:  Banco Central vende US$2 bilhões em títulos no mercado futuro

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *