Economista Alerta sobre Dificuldades na Economia Brasileira



O momento econômico do Brasil é um dos mais otimistas de mundo, se não o mais saliente. Embora isso pareça positivo – e não deixa de ser, claro –, Nouriel Roubini, um dos poucos economistas a previrem a crise financeira global, deixa claro que a nação brasileira precisa estar atenta a vulnerabilidades nos próximos meses.

Segundo sua consultoria, a Roubini Global Economics, o déficit em contra-corrente do país poderá dobrar até o final deste ano, o que pode fazer a nação sofrer algumas consequências nada agradáveis. De acordo com o Portal de Notícias G1, a empresa avalia que o déficit passará dos atuais 1,55% para 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB).



Para Bertrand Delgado, economista da consultoria, não haverá problemas de balanços de pagamentos, mas o âmbito econômico do país ficará mais sensível às condições de financiamentos de origem externa e ao risco global.

Ainda para a consultoria, o Brasil ascenderá 5,3% neste ano, no PIB, estimulado, principalmente, pelo ano eleitoral e pelas políticas macro-econômicas relaxadas. É torcer, daqui em diante, para que as previsões de bolhas econômicas permaneçam somente na teoria. Dependerá de Lula, Mantega e Meirelles as melhores decisões para equilibrarem os gastos da população e manter o ritmo de crescimento.



Para saber mais, acesse o G1 .

Por Luiz Felipe T. Erdei

Leia também:  Crescem as exportações em MG

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *