FMI adota medidas inéditas para melhorar a economia





O jornal de origem britânica Financial Times avalia que o Fundo Monetário Internacional (FMI) passou a desafiar sua costumeira ortodoxia ao sugerir mudanças em alguns pontos-chave que defendia, veementemente, antes da crise financeira global.

De acordo com o Portal Radar Econômico do Estadão, entre as propostas mencionadas pelo FMI está o aumento das metas inflacionárias que a entidade apóia para os países, de aproximadamente 2% anuais para 4%, para que a política monetária possa se contrapor melhor à crise mundial.




Além da proposta acima citada, há outra destinada a famílias pobres. O Estadão indica que essa casta social receberá pagamentos fixos quando a taxa de desemprego nas nações alcançarem patamares elevadíssimos.

Veja também:  Previsão de Inflação e PIB no Brasil em 2019

Um dos principais pontos abordados pelo FMI é a criação de diversas ferramentas regulatórias aos Bancos Centrais de todo o planeta para que estes consigam melhorar os rumos da economia.


Leia mais sobre o assunto em http://blogs.estadao.com.br.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *