Petrobras quer até 20% de participação no mercado de etanol





Após o grande susto gerado pela crise financeira mundial, o Brasil continua a ser o foco em investimentos e referência econômica, seja aos estrangeiros, seja às empresas e estatais nacionais. Paulo Roberto Costa, diretor de Abastecimento da Petrobras, ambiciona ampliar a participação da companhia no mercado de etanol entre 10% e 20% até 2014.

Usinas existentes e projetos novos são um dos álibis de Costa para essa avaliação. Segundo ele, que teve idéias veiculadas pela Agência Estado, a estratégia está estabelecida no Plano de Negócios da Petrobras, num período de 2009 a 2013.




Por enquanto, Paulo não sabe a quantidade de usinas prospectadas. O que tem por certo é o aumento da participação da estatal brasileira no mercado interno e de exportação. A união entre a Shell e a Cosan é observada sem grandes preocupações pelo diretor, pois este examina que o intento entre as duas empresas só tem a favorecer as companhias brasileiras – ou seja, não se sente ameaçado.

Veja também:  Lucro da Petrobras em 2018
Fonte: Agência Estado

Por Luiz Felipe T. Erdei




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *