FMI tem seus conselhos acatados por EUA, China e Europa





O Fundo Monetário Internacional (FMI) teve seus conselhos seguidos pelos Estados Unidos, Europa e China. A recomendação para que estes três citados modifiquem suas políticas econômicas surtiu efeito, pois segundo o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, o frágil sistema financeiro global precisa ser retificado.

Trichet, na mesma ocasião em que anunciou tal diretriz, aproveitou para cortejar o acordo feito pelos países integrantes do G-20 em relação a uma reforma financeira, visto que muitas nações começaram a dar sinais de melhoras no plano econômico.




Entretanto, Jean-Claude não tem certeza se EUA, China e Europa estão prontos para modificar suas economias. Talvez, por assim dizer, esse trio econômico possua certo receio no ato de alterar seus esquemas financeiros, possivelmente porque podem dar vazão a novos e promissores emergentes.

De qualquer maneira, a nação de Obama quer uma nova e ampla estrutura econômica. Disso, podemos nos perguntar: provocarão os estadunidenses, no futuro, uma nova crise, ou querem se beneficiar desta?


Por Luiz Felipe T. Erdei


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *