Banco Mundial pede maior atenção aos países pobres





A recessão parece realmente ter conquistado países ricos e emergentes, segundo os últimos dados veiculados por diversos institutos de pesquisas. No entanto, o Banco Mundial apelou às nações que já apresentam essa, digamos, característica, que não deixem os países pobres para trás.

Um relatório divulgado nesta semana pelo Banco Mundial afirmou que a recuperação econômica deve ser estendida, sim, a esses países, porque o profundo declínio percebido há décadas por essas nações desfavorecidas pode, de fato, aumentar, tornando-os fatalmente mais pobres.




No entanto, será que essa posição do Banco Mundial tem a intenção supracitada na íntegra, em seu sentido mais literal? É perceptível que poucas lideranças poderosas se importam com os países menos favorecidos, a não ser pelo fato da exploração da mão-de-obra tornar viável um vínculo entre um lado e outro. Do fundo do coração, é importante acreditar na afirmativa do BM! Quem sabe a mentalidade dos grandes líderes do globo não se modificou?




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *