GM vende Opel para Grupo de autopeças Magna





Com suporte do banco estatal russo Sberbank, o conselho da General Motors resolveu vender o domínio da Opel ao grupo de autopeças Magna, este, de origem canadense. Isto pôs fim a meses de dúvidas sobre o destino da unidade.

A GM aguarda que um consenso categórico seja acordado em breve, para que finalmente o término da negociata seja efetivada dentro de alguns meses. Diretamente de Berlim, em entrevista, Amgela Merkel, chanceler alemã, cortejou a resolução, pois afirma que isso significa um novo começo para a Opel.




O diálogo sobre a venda da Opel, que a General Motors está rescindindo como elemento de uma re-elaboração da montadora instrumentada pelo governo dos Estados Unidos, se arrasta há meses. A importância no negócio, além de cifras milionárias, é que a empresa emprega, atualmente, 50 mil funcionários, a grande maioria residente na Alemanha.




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *