Presidente da CNI diz que Taxa de Juros é Inaceitável





O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto, afirma que “é inaceitável a interrupção na trajetória de queda dos juros”. Para ele, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) deve estar trabalhando com a possibilidade de que a crise já foi superada.

De acordo com Armando Monteiro Neto, essa análise do Copom é irreal. “A indústria ainda sofre os efeitos recessivos que a crise provocou”, complementa, ressaltando que “a completa superação da crise ainda está distante, apesar dos sinais de recuperação que identificamos”.




Uma prova de que a crise ainda persiste é analisar com cuidado os Indicadores Industriais da CNI. Segundo o presidente da Confederação, pelo oitavo mês consecutivo vem sendo registradas quedas no número de empregos naquele setor. Ele garante, ainda, que “o nível de utilização da capacidade instalada na indústria ainda está muito abaixo do registrado antes da crise”.

Segundo a CNI, os novos projetos de investimento estão travados, à espera de uma mudança no cenário econômico, e a expansão da capacidade produtiva só será retomada com uma taxa de juros menor que a atual.




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *