Deputados aprovam candidatura de Uribe para as Eleições 2010 da Colômbia





A aprovação aconteceu na noite de ontem, 1º, após mais de 13 horas de discussões.

A candidatura de Uribe para 2010 conta com índices de aprovação até 70%, mas, para que ela se consume, o projeto de referendo ainda tem de passar pela Corte Constitucional, que tem um prazo de 120 dias para determinar a legalidade da proposta e então encaminhar à Procuradoria Geral que tem um mês para autorizar a convocação dos colombianos para decidirem através do referendo, a legalidade ou não do terceiro mandato do atual presidente.




A oposição, liderada pelo Partido Liberal, se retirou do Parlamento durante a votação do projeto. O deputado Guillermo Rivera, membro do partido, classifica o terceiro mandato como terrível para a democracia colombiana. O líder do partido Rafael Pardo acusou o governo de utilizar recursos públicos para a compra de votos parlamentares com o intuito de garantir a aprovação do projeto. Segundo ele o Governo teria destinado 220 bilhões de pesos (US$ 110 milhões) para esse fim através da construção de 52 sedes de prefeituras pelo país. O dinheiro seria originalmente destinado à projetos de segurança. Se confirmada a denúncia será a segunda vez que Uribe utiliza a compra de votos para tentar a reeleição.




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *