Resultado do teste de estresse dos bancos americanos é positivo, a princípio





É notório que o teste de estresse dos bancos tem apresentado resultados positivos.

No dia 04/05, quase todas as ações de bancos nos EUA subiram, apesar de cerca de 10 bancos ainda precisarem de ajudas do governo americano. E não foi uma queda pequena não. Exceto o Morgan Stanley (que subiu apenas 4,7%), o restante subiu mais de 10%.




Três bancos que eram apontados como os que mais precisavam de recursos (Birmingham, Fifth Third Bank’s Cincinnati e SunTrust Financeiro) observaram suas ações subirem mais de 25%.

Esse aumento vertiginoso é até explicável, uma vez que no começo do ano essas ações foram vendidas muito abaixo do preço que realmente valiam.

Veja também:  Lucro da Petrobras em 2018

Os bancos ainda podem vender mais ações ordinárias para investidores, o que poderia diluir o valor das ações detidas pelos acionistas atuais. 

O fato é que com o teste de estresse os bancos estão recebendo um pré-aviso para caso a situação financeira mundial fique ainda pior (esperemos que não). Ainda assim, é um pouco ingénuo pensar que os bancos estão sossegados e tranquilos agora. 

“Basicamente, você tem um sistema financeiro quebrado. Isso não tem como ser corrigido em apenas seis meses.”, disse Rick Bensignor, estrategista-chefe do mercado com Execution LLC.

Nem todos os bancos estão fracos. Mas nem todos os bancos são fortes também. Porém, se Wall Street continuar teimosamente a acreditar que o pior já passou para todos os bancos, as coisas podem ser mais feias quando tardiamente os investidores perceberem que alguns bancos ainda estão em apuros.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *