Mercado de Opções – O Que é, Como Funciona, Principais Mecanismos



  

Entenda aqui o que significa e como é o funcionamento do Mercado de Opções.

Se você é um pequeno investidor e está pensando em algo maior em seus investimentos para ganhar mais dinheiro, tenho a certeza de que você já pensou em investir em ações. Se afirmativo, podemos dizer que o negócio é lucrativo, entretanto, antes de por os pés, ou melhor, o seu suado dinheiro no concorrido mercado das bolsas de valores, é melhor você estar por dentro de alguns conceitos bastantes elementares nesta área.

Para começar, os iniciantes devem aprender o conceito de opções. Se uma determinada empresa ou uma pessoa física possui uma ação do mercado, então ela é dona de uma opção e o seu dono é o titular. São estas opções que podem ser negociadas no mercado, como nas bolsas de valores.

Estas opções podem fazer parte do leque dos chamados ativos de cada titular. Entende-se por ativos aquilo que podemos negociar e transformá-lo em dinheiro. É a parte positiva(+) de um balanço financeiro.

Veja também:  Como usar Bitcoin com Segurança - Backup e Armazenamento da Carteira

Quando se tem opções disponíveis, os seus titulares podem tanto vendê-las quanto comprá-las num determinado espaço do tempo, que chamamos de exercício. Elas possuem um preço que pode ser negociado em um determinado intervalo, o chamado strike price.

Algumas ações só podem ser negociadas até um determinado prazo ( sistema americano). Outras só poderão ser negociadas, ou seja, vendidas ou compradas no dia do vencimento daquele prazo (sistema europeu).

Neste ponto, devemos entender o conceito de lançador, ou seja, aquele que se compromete negociar as opções de um titular em um determinado. Entram aí as bolsas de valores, que irão receber do dono das ações um prêmio pela especulação do montante a ser negociado e o titular pode receber um valor a qualquer hora pelo risco de colocar seus ativos nas mãos daquele operador.

Veja também:  Petrobras anuncia Venda de Complexo Químico-Têxtil para Alpek




E quando falamos em compra e venda, como podemos entender tudo isto?

Se o lançador vai vender as ações de uma empresa, antes ele recebe um prêmio por isto e assume o compromisso da venda.

Se ações estão cotadas naquele dia da venda a R$ 50,00, por exemplo, no mercado e a própria empresa consegue comprar as mesmas ações a R$ 30,00, ele terá um lucro com a venda de seus ativos. Se o lançador percebeu que o preço iria cair e vendeu mais barato, o dono das ações apostou na subida e se deu bem. Conseguiu comprar mais barato e ganhou dinheiro no mercado.

O processo contrário também é verdadeiro. Caso o lançador se comprometa a comprar as ações de um titular, ele recebe um prêmio também. Se o preço das ações for cotado no mercado estiver abaixo do valor da venda, então o titular terá lucro ao vendê-las.

Veja também:  Fiat pode ser Vendida para Grupo Chinês

Este são apenas alguns dos conceitos básicos utilizados no complexo mundo do mercado de ações mundiais. Para quem quiser se aprofundar mais, um dos sites bastante interessantes é o Infomoney, que além de dar dicas sobre investimentos, pode esclarecer ao leitor sobre todos os conceitos e termos utilizados no mundo dos negócios.

Emmanoel Gomes



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *