Ranking dos Bancos com Maiores Reclamações no Primeiro Bimestre de 2017



  

Bradesco lidera ranking de queixas seguido por Banco do Brasil e Caixa Econômica.

O Banco Central (BC) divulgou no dia 15 de março o ranking de queixas de clientes contra bancos brasileiros, referente ao primeiro bimestre de 2017 (janeiro e fevereiro). Nesse sentido, o Bradesco lidera a lista com o número de 1.598 reclamações reguladas procedentes, índice de 17,28%. No último período verificado, o banco teve a mesma posição, seguido do Santander.

Demais posições

As demais posições atuais são ocupadas respectivamente pelas seguintes instituições:

· Segundo lugar: conglomerado do Banco do Brasil (1.024 reclamações e índice de 17,25%).

· Terceiro lugar: conglomerado da Caixa Econômica Federal (1.286 reclamações e índice de 15,37%).

· Quarto lugar: conglomerado do Santander (514 reclamações e índice de 13,75%).

· Quinto lugar: conglomerado Itaú (790 reclamações e índice de 11,54%).

Veja também:  Bitcoin na Declaração do Imposto de Renda




Assim, de acordo com o levantamento, o Santander reduziu significativamente o número de reclamações junto ao BC, saindo da segunda posição para o quarto lugar.

Do que tratam as reclamações

A maioria das reclamações estão relacionadas a irregularidades, como ocorre em transações com falhas humanas ou quanto à não realização de débito automático. Em seguida, estão queixas referentes à falta de informação sobre produtos e serviços. Por fim, encontra-se problemas relacionados ao débito não autorizado.

Critério de avaliação

Para desenvolver o ranking, o BC avaliou queixas apenas de instituições que possuem mais de 4 milhões de clientes. Foi computado o total de 6.008 reclamações contra 7.169 avaliadas no último período (novembro/dezembro de 2016). Esse conjunto de queixas refere-se apenas àquelas que desrespeitam as regras do BC ou do Conselho Monetário Nacional (CMN).

Veja também:  Causas da Inflação

Para desenvolver a lista, são levados em consideração somente clientes com depósito em conta corrente ou poupança, que são cobertos pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que têm operações de crédito ou outras opções de depósito não incluídos pelo FGC. Sendo assim, para definir as posições e índices, o BC considera o número de reclamações procedentes, dividindo-as pelo número de cliente que a instituição possui e multiplica o valor obtido por 1 milhão.

Como reclamações podem ser registradas no Banco Central do Brasil

As queixas podem ser feitas por qualquer cidadão tanto pela internet, no site oficial do BC, quanto através de atendimento telefônico, por meio do número 145. Elas funcionam como base para fiscalização e regulação do sistema financeiro no Brasil. Porém, o órgão não tem competência legal para intervir em questões individuais de cada usuário de serviços prestados por essas instituições.

Veja também:  Bitcoin - O Que é, Como Funciona e Como Comprar

Camilla Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *