GuiaBolso – App permite consultar o cadastro de inadimplentes



  

Nome sujo pode ser consultado por meio do aplicativo de controle financeiro.

Diversas pessoas têm o terrível costume de comprar tudo o que encontram pela frente, seja em datas especiais ou não, adquirem aparelhos eletrônicos, bolsas, sapatos, roupas, joias, relógios, uma infinidade de bens disponíveis no mercado. Porém muitas delas agem por impulso sem sequer consultar o saldo em sua conta bancária, desta forma tem-se uma grande chance de adquirir o tão desejado material, mas não tem como pagá-lo, contraindo assim dívidas e mais dívidas, as quais não conseguem quitá-las e finalmente sujando seu nome na praça.

Recentemente, foi lançada uma funcionalidade nova para o aplicativo de controle financeiro, o GuiaBolso. Esta mais nova função permite que o usuário verifique a existência de qualquer pendência financeira em seu número de CPF, ou, então o famoso “nome sujo”.

Veja também:  Lucro do FGTS - Como Sacar, Quando e Quem Tem Direito

Este serviço advém de uma colaboração da empresa, que gerencia o Serviço Central de Proteção ao Crédito, o SCPC, a Boa Vista Serviços. Este órgão é um dos mais importantes cadastros de inadimplência do Brasil

A funcionalidade em questão é conhecida como Radar CPF, e fornece ao usuário acesso ao relatório de dívidas em um banco de dados do próprio SCPC através do app, isso sem ter que pagar nada.

O aplicativo GuiaBolso não tem custo e pode ser encontrado em versões para celulares que possuem sistemas operacionais  iOS e Android.





Feito o download do mesmo, é fácil utilizá-lo, apenas tem de clicar na ferramenta Radar CPF, que se encontra no menu na parte superior do lado esquerdo, e assim realizar o preenchimento dos dados solicitados.

Veja também:  Banco do Brasil irá realizar Transações Financeiras por WhatsApp

Embora a companhia Boa Vista Serviços, diga que o processo é confidencial e muito seguro, diversos usuários, além de não conseguirem realizar o cadastro, possuem também um certo receio de fazer uso deste aplicativo, pois o mesmo solicita a senha de sua conta bancária, o que não está sendo visto com bons olhos.

Por Filipe da Silva

GuiaBolso

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *