Ibovespa encerrou o dia 3 de novembro com alta de 4,76%



As ações da CSN, Hypermarcas e Petrobras foram as que mais valorizaram no dia. O dólar encerrou a R$ 3,7705, com queda de 2,39%.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) finalizou com alta forte nesta terça-feira, dia 03 de novembro. Após o feriado, os investidores realizaram alguns ajustes e comemoraram com notícias corporativas positivas, o que promoveu uma grande disposição nos estrangeiros para tomar ativos de risco.

O Ibovespa, considerado o principal índice de ações na bolsa, fechou com alta de 4,76%, aos 48.053 pontos. Esta foi a maior alta diária desde 21 de novembro de 2014, quando houve uma subida de 5,02%. Isso ocorreu na mesma época que o Ministro da Fazendo, Joaquim Levy, foi o mais cotado para ocupar o cargo atual.



A alta do Ibovespa de hoje ampliou os ganhos do desempenho positivo dos ADRs (American Depositary Receipts) no feriado.

Veja também:  Programa IRPF 2018 - Download

O mercado ainda espera a votação do projeto da repatriação na Câmara dos Deputados e o envio da defesa do Governo da Presidente Dilma ao senado em relação às “pedaladas fiscais” apuradas.

O dólar fechou a R$ 3,7705 a venda com uma queda de 2,39%, totalizando uma baixa de 8 centavos comparado a última sessão. É a maior queda do dólar comercial desde 24 de setembro do ano corrente.



O pregão foi caracterizado pela disparada das ações da CSN, Hypermarcas e Petrobras.

O volume financeiro do pregão foi notável, somando cerca de R$ 8,9 bilhões.

A ação da Hypermarcas, com uma valorização de 21,14%, liderou as altas desta terça-feira. A valorização foi reflexo do acordo apreçado em R$ 3,8 bilhões para vender a divisão de cosméticos para a Coty.

Veja também:  Diferenças do Dólar Comercial, Turismo e Paralelo

A CSN ON superou a queda de 11,8% da semana passada e avançou com mais de 16% de aumento.

A Petrobras também finalizou o dia com uma considerável alta. O aumento nos preços do combustível contribui para o momento positivo, mesmo com as notícias sobre a possibilidade de paralisação dos trabalhadores e os consequentes impactos na produção.

Outro destaque do dia foi a alta da BM&FBovespa, que chegou a uma valorização de aproximadamente de 9%, após divulgar que está negociando a fusão das operações com a Cetip.

Outra ação que chegou a subir foi a do Itaú Unibanco, aumentando mais de 6% após informação sobre o lucro líquido de R$ 5,945 bilhões no terceiro trimestre.

Com relação às piores baixas registradas, as ações da JBS  e BRF lideraram com mais de 2% de queda.

Veja também:  Pagamento INSS 2018 - Calendário

Apesar de fechar o dia com forte alta, a bolsa brasileira concentra uma perda de 3,91% no ano.

Por Bruna Rocha Rodrigues

Bovespa



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *