Juros pela utilização do cheque especial



  

Bancos cobram até 14,24% ao mês pela utilização do cheque especial. Santander foi o banco que apresentou a maior taxa de juros do País.

A Fundação Procon – SP divulgou na última quinta-feira, dia 6 de agosto, a informação que os bancos estão chegando a cobrar até 14,24% ao mês pelo serviço de crédito extra, ou mais popularmente conhecido cheque especial.

Essa pesquisa foi realizada no dia 03/08 coletando dados no Banco do Brasil, no Banco Bradesco, na Caixa Econômica Federal, no HSBC, no Banco Itaú, no Banco Safra e ainda no Banco Santander.

A taxa média do cheque especial é considerada para o período de 30 dias e entre os bancos pesquisados teve uma elevação para a marca de 11,67% ao mês para agosto, ou simplesmente 257,87% ao ano, bem maior que o valor de 11,49% do mês de julho.

Veja também:  Ranking dos Bancos com Maiores Reclamações no Primeiro Bimestre de 2017

Abaixo temos uma listagem do valor cobrado no cheque especial, para os seguintes bancos:

  • Santander apresenta a maior taxa de juros no país, passando de 13,74% para 14,24% ao mês no período, que significa um aumento real de 0,50 pontos percentuais;
  • HSBC conseguiu apresentar um valor de 13,21%, idêntico ao mês passado;
  • Itaú vem na sequência com um registro que passou de 11,29% para 11,63%, que representa um aumento real de exatamente 0,34 pontos percentuais;
  • Bradesco foi outro que realizou a alteração na sua taxa do cheque especial e passou de 11,26% para 11,30%, com um acréscimo de 0,04 pontos percentuais;
  • Banco do Brasil registrou uma taxa de 10,53%, mesmo valor cobrado no mês anterior;
  • Caixa Econômica Federal é a que apresenta as melhores condições, mas também teve uma alteração de 9,99% para 10,53%, que representa um acréscimo real de 0,36 pontos percentuais.
Veja também:  Novas Regras do Crédito Rotativo do Cartão




Já que temos a taxa cobrada pelo cheque especial não podemos esquecer-nos de mencionar a taxa para a realização do empréstimo pessoal, que é cobrada com base no período de 12 meses e com os seguintes valores:

  • Santander apresenta um valor de 7,99%;
  • Banco do Brasil que passou de 5,46% para 5,50%;
  • Caixa Econômica Federal registrou o menor valor de todos com a marca de 4,6%;
  • E ainda temos uma média geral que foi inalterada em justamente 6,23%.

Para cada uma dessas informações foram considerados os dados que se baseiam nas taxas máximas que são cobradas para clientes que não são preferenciais, mas que não apresentam um especifico tipo de canal para realizar a contratação do serviço.

Veja também:  Criptomoeda - O Que é e Como Funciona

Por Fernanda de Godoi

Juros do cheque especial



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *