Corrupção na Petrobras afeta o Brasil e os preços das ações da estatal



  

A Petrobras é uma empresa estatal, cujo maior controle acionário é representado pelo Governo do Brasil. E no contexto corrupto que está envolvido, a empresa  está passando por uma grande desorganização financeira. Um escândalo que passa diariamente nas manchetes de vários jornais, que infelizmente coloca o país como vencedor no escândalo de corrupções, perdendo somente para países como o Chile, Uruguai, Ruanda e Botsuana. Este agravante também passa uma imagem negativa para a economia, e ainda provoca muitos prejuízos para o país.

Esse conflito administrativo dentro da Petrobras está gerando muitas consequências como a queda das ações na bolsa de valores, sendo que antes era a preferida pelos investidores. Atualmente, o preço das ações está em torno R$ 12,26 +0,03 (+0,25%), mas qual será o melhor momento para investir? Com o preço em baixa, o ROE (retorno sobre o patrimônio liquido) não está sendo um atrativo para compradores.

É uma situação muito complicada para os interessados em comprar. Porém, qual é a perspectiva de retorno lucrativo? Para as pessoas que comprarem, será um tipo de investimento a longo prazo,  pois é preciso esperar uma reorganização e aguardar a possibilidade de melhora nas negociações comerciais

A desorganização financeira pela qual passa a Petrobras prejudica a imagem da empresa, diminui as perspectivas de concessão de crédito, como também a queda no mercado cambial. Esse problema está afetando também a produção, impedindo a realização de acordos comerciais e adquirir mais capitais. 

Por outro lado, considerando a importância da empresa no mercado, que pode contribuir para uma vulnerável possibilidade de credito, pois mesmo com a baixa produção, esse quadro pode mudar e surgir um avanço. Acredita-se que até 2018, tenha-se uma boa demanda produzida, que possa aumentar até futuras unidades de produção.





Veja também:  Calendário de saques de contas inativas do FGTS

É preciso acreditar que os negócios possam melhorar, pois uma empresa que pode fornecer até 300 mil barris, como também dispõe de grandes  refinarias, Usinas e Gasodutos, um incrível avanço tecnológico e um crescimento sustentável para oferecer um serviço de alta qualidade. E com todo esse perfil tem tudo para superar essa crise.

Enfim, é preciso que o governo prossiga na solução dos problemas e agilize na reorganização financeira da empresa. Pois este compromisso é uma obrigação com a Petrobras, como também com o povo brasileiro.

Por Jaqueline Mendes

Petrobras



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *