Bolsa de Valores da Europa registraram queda devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia



  

Nesta quinta-feira (28), as principais bolsas de valores da Europa recuaram. Tal resultado se deve aos investidores analisarem as ações dos rebeldes pró-Rússia, que ampliaram seus ataques contra as forças ucranianas.  

Uma das quedas significantes foi das ações do Ocado (OCDO) Group PLC, as maiores em dois anos, depois que o Redburn (Europe) Ltd. aconselhou os investidores a se desfazerem das ações da loja online.

A Telecom Itália SpA ganhou 1,3%, após a Vivendi SA discutir com a Telefónica SA a venda de sua unidade no Brasil, a GVT

Em Londres, o índice Stoxx Europe 600 caiu 0,7%, atingindo 341.05 pontos, após receber péssimas notícias dos dados de desemprego na Alemanha, que subiu inesperadamente em agosto, aumentando em 2 mil, para 2,902 milhões de desempregados, após queda de 12 mil em julho. De acordo com Ben Kumar, que ajuda a gerenciar US$ 10 milhões no Seven Investment Management LLP, "o índice teve um aumento muito bom ao longo das últimas semanas e os investidores estavam levando algum dinheiro, mesmo com os dados econômicos dos Estados Unidos não corresponderem às expectativas". “Talvez os investidores tenham considerado também que as recentes notícias da economia fraca na zona do euro – como o aumento do desemprego alemão – não seriam muito ruins para motivar a ação do BCE", acrescenta Kumar.  

Veja também:  Ibovespa operou em Alta após aprovação da Reforma Trabalhista

No final do dia o índice FTSE-MIB, em Milão, recuou 2,16% aos 20.315 pontos. Já na capital espanhola, Madrid, o índice Ibex 35 ficou com queda de 1,06% aos 10.722 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 recuou 1,12% aos 9.462 pontos, e em Paris, o índice CAC-40 caiu 0,66% aos 4.366 pontos. Na capital portuguesa, Lisboa, o índice PSI-20 perdeu 1,05% aos 5.907 pontos.   





Na Itália, as vendas de varejo tiveram uma variação nula em junho, após um recuo de 0,6% no mês anterior. Na Espanha, o índice de preços ao consumidor caiu 0,5% em agosto, na comparação anual, reflexo na baixa nos valores de lubrificantes e combustíveis.

Veja também:  Ações Indicadas pelas Corretoras - Abril 2017

Por William Nascimento

Queda das bolsas de valores europeias

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *