Dongfeng pode comprar parte da Citroën



  

A montadora francesa Citroën está tendo problemas financeiros segundo notícias do jornal USA Today. Com isso, a montadora passa a ser uma das principais opções de compra da companhia chinesa Dongfeng, que já adquiriu parte da Volvo, outra empresa europeia.

Ainda segundo o jornal, os chineses estariam dispostos a comprar 30% das ações da PSA Peugeot-Citroën por até R$ 3,5 bilhões. As negociações estão em fase inicial e não deve ser rápida, já que a Citröen tem parcerias com outras companhias chinesas que também têm interesse em fazer negócio.

A Dongfeng é a maior fabricante chinesa de caminhões e também possui algumas linhas de automóveis. Se a parceria se concretizar, a empresa deverá ser a maior acionista do Grupo PSA, maior inclusive que a GM, que também tem uma parceria com o grupo. Na teoria, a compra de grande parte das ações pela Dongfeng poderia causar um mal estar nas relações da GM com a PSA, causando o fim da parceria. Apesar disso, o vice-presidente da GM já afirmou que a nova parceria não deve afetar as relações com a francesa.

Veja também:  Salário Mínimo em 2017




A criação de novos grupos e parcerias entre as montadoras é algo crucial para a sobrevivência nos próximos anos do mercado, é o que dizem analistas da área. Deve haver uma redução da quantidade de montadoras nos próximos anos e aquelas que tiverem as melhores relações devem se manter firmes no mercado.

Ebenézer Carvalho



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *