Dívidas das empresas – Queda em maio de 2013



  

No mês de maio, o movimento de empresas com dívidas em atraso foi 2,2% menor se comparado com o mês de abril, a redução vai para 3,4% se comparada com o mesmo período do ano passado. Em abril, a inadimplência subiu 1,7% comparada ao mês de março.

Os dados retirados da pesquisa Indicador Serasa Experian de Inadimplência de Empresas, mostraram que no período a insolvência foi a mais baixa da última década para o mês de maio.

O melhor desempenho das empresas está associado ao comportamento conservador e cauteloso. Segundo Carlos Henrique de Almeida, economista da Serasa Experian, a economia brasileira tem crescido de forma mais lenta devido à elevação dos juros, a incerteza gerada pelo cenário político, a inflação e a desvalorização cambial, assim as empresas tem menor demanda por crédito.





Contando janeiro, fevereiro, março, abril e maio, a inadimplência subiu 0,9%. A inadimplência com dívidas não bancarias (água, energia elétrica, telefonia, lojas e cartões de crédito) tiveram alta de 3,4% no acumulado se comparado ao mesmo período do ano passado.

As dívidas com banco atingiram o valor médio de R$ 5.212,82 ocorrendo recuo de 1,1% comparado aos números obtidos no ano passado.

Por Jéssica Posenato



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *