Pesquisa KPMG aponta aumento de fusões e aquisições no setor de mineração



  

O mercado financeiro teve mais uma notícia importante neste mês de novembro, pois a KPMG publicou a última edição da Pesquisa de Fusões e Aquisições no Brasil realizada a cada três meses com aproximadamente 43 setores diferentes que integram a economia do país no período compreendido entre 1º de janeiro a 30 de setembro de 2012.

De acordo com esta avaliação, que considera apenas as fusões e aquisições totalmente concluídas e divulgadas na mídia envolvendo empresas presentes no Brasil, o primeiro lugar ficou com o setor de mineração que teve nove fusões e aquisições superando em até duas vezes mais a quantidade deste tipo de negociação no setor no ano anterior; sendo que ao considerar os nove meses do ano de 2012 a indústria mineradora teve 19 negócios que ocasionaram fusões e aquisições de empresas superando as 17 negociações neste sentido que aconteceram no ano de 2011.

Veja também:  Netshoes pode comprar Dafiti

De forma mais específica, as fusões e aquisições aconteceram em maior proporção na área da mineração por meio de transações domésticas que consistem em empresas que possuem capital basicamente brasileiro.

Ocorreram também negociações com relação a empresas de capital majoritário estrangeiro e empresas de capital majoritário brasileiro adquirindo capital de empresas de mineração localizadas tanto no Brasil como no exterior.





Este forte momento de uniões de organizações do ramo da indústria mineradora se deve, segundo Guilherme Coimbra sócio da KPMG, a diversos fatores como a diminuição no preço do minério, dificuldades financeiras de pequenas empresas mineradoras, redução do interesse da China pelos minérios brasileiros, dentre outros.

Veja também:  Livraria Cultura compra Fnac Brasil

Fonte Reuters

Por Ana Camila Neves Morais



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *