Fórum Econômico Mundial 2012 – Davos (Suíça)



  

Davos, na Suíça, foi o cenário escolhido por diversos líderes econômicos e políticos para a realização do Fórum Econômico Mundial de 2012.

Este ano, o evento propiciou a discussão sobre a atual situação econômica dos países, bem como levantou prováveis soluções para a crise.

Durante o encontro, houve um assunto recorrente: foi pedido incisivamente que os países na Zona do Euro resolvam os seus problemas financeiros antes de investirem o seu dinheiro no resgate de outras nações.

Em síntese, as grandes economias como o Japão e Estados Unidos sinalizaram sua preocupação afirmando que a Europa precisa urgentemente “arrumar a casa”. Até mesmo os países emergentes temem que o endividamento europeu possa ter algum impacto negativo em outras economias, o que de fato pode ocorrer.

Veja também:  Criptomoeda - O Que é e Como Funciona

Segundo a francesa Cristine Lagarde, diretora-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), "nenhum país está imune na situação atual". Com essa afirmação alarmante, Lagarde chamou a atenção para a importância de uma atuação mais efetiva por parte das nações e aproveitou o momento para pedir apoio e contribuições financeiras maiores para minimizar os reflexos da crise.

A declaração da representante do FMI dividiu opiniões nesse sábado (dia 28 de janeiro) e boa parte dos países se mostraram indispostos a ampliar os recursos destinados ao FMI, pelo menos enquanto a Zona do Euro não se estabilizar.





Por Larissa Mendes de Oliveira



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *