Relatório Hypermarcas – Balanço do Terceiro Trimestre de 2011




O balanço trimestral da Hypermarcas, divulgado ontem (6/11), aponta prejuízo de R$ 190,5 milhões no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, quando o lucro líquido foi de R$ 78 milhões.

A receita líquida da empresa, entretanto, cresceu 10,4% em relação ao mesmo período do ano passado, saltando para R$ 908 milhões. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) deste ano foi revisado, e a estimativa é de que atinja o patamar de R$ 700 milhões.


Para justificar os números, a Hypermarcas apontou a “continuidade da deterioração do cenário macroeconômico externo, principalmente pela intensificação da crise financeira na Europa, com impactos cada vez mais claros no Brasil”. A empresa também assinalou a desaceleração do crescimento econômico brasileiro, cuja previsão, em 2010, era de 4,5% ao ano, mas hoje atingiu o patamar de 3,3% ao ano, segundo pesquisa Focus do Banco Central. A inflação de 6,5% também influenciou os resultados.

“Acreditamos que este cenário afeta as decisões de compras de nossos clientes (sell in), principalmente os distribuidores e atacadistas”, afirmou a empresa em relatório.

A Hypermarcas ressaltou, entretanto, que seus produtos independem de crédito, além de ter um preço médio baixo, e que, portanto, esses dados não refletem na queda significativa da demanda final de seus produtos.


Clique aqui e leia o relatório.

Por Lorena Matuziro



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *