KPMG – Fusões entre Empresas Brasileiras – Recorde em 2010



  

A Ricardo Eletro e a Insinuante, em meados de março, uniram suas atividades e formaram a holding Máquina de Vendas. Além deste exemplo existem outros plausíveis de serem transcritos que ilustram, em comum, o bom cenário desenvolvido pela economia do país em 2010.

Levantamento realizado pela KPMG enuncia que o número de operações entre aquisições e fusões com empresas brasileiras atingiram novo recorde neste ano, mesmo a poucos dias de ele acabar. A pesquisa indica que no acumulado anual até 20 de dezembro, 707 recorrências dessas foram constatadas, superior, pois, aos 699 negócios observados em 2007 e muito acima de 2009 (454).





De acordo com Luis Motta, sócio responsável pelo estudo, o ponto definitivo para esse recorde foi a disposição das companhias estrangeiras por aquisições em território brasileiro. A consultoria revela que desde janeiro até a data em questão as transações conduzidas por empresas do país responderam por 60% do total.

Veja também:  Tesouro Direto bate Recorde de Operações em 2016

As companhias dos Estados Unidos lideram as operações no Brasil, com 113 transações, bem acima das 22 transações realizadas pela França e 21 pela China. Os setores de tecnologia e informação, bebidas e fumo, alimentos e energia & óleo conduzem as operações pelo país.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *