Taxas de Juros para Pessoa Física – Queda em Outubro de 2010



  

Na pesquisa de Outubro referente às taxas de juros médios cobrados em operações de crédito para pessoas físicas, fundamentalmente relacionadas ao consumo que no Brasil continua em alta, constatou-se que a taxa média apresentou queda de 0,05 ponto, chegando ao seu menor nível desde o inicio da série histórica de pesquisa de juros realizada pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (ANEFAC), conforme matéria do site G1.

Nos dados levantados na pesquisa os juros médios para o consumidor em Outubro ficou em 6,69%, representando um recorde para a pesquisa. Em Setembro a taxa média ficara em 6,74%. Ao ano a taxa média de juros para o consumidor ficou em 117,51%, no geral ainda bastante elevada.

Foram pesquisadas seis linhas de crédito e a queda maior foi registrada no CDC (Crédito Direto ao Consumidor) que apresentou uma redução de 3,38%, saindo de 2,37% em Setembro para 2,29% em Outubro (31,22% ao ano).





No comércio os juros tiveram redução de 1,77% caindo em Outubro para 5,55%, também a menor taxa do mês na pesquisa histórica. A linha de crédito do cartão de crédito rotativo foi à única que não apresentou diminuição entre os juros médios permanecendo na casa de 10,69%.

Os juros do cheque especial em média em Outubro ficaram em 7,44%, perfazendo uma taxa de 136,59% ao ano. Com certeza uma das mais altas do mercado tornando este tipo de crédito quase proibitivo.

Por Mauro Câmara



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *